O rio que parece mar: Rio Amazonas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp
Quando estudamos sobre os rios, temos a ideia de algo pequeno, calmo. No entanto, esta característica é bem diferente quando temos a visão do Rio Amazonas.

Neste clique a seguir, fiz em 2014, na frente da cidade de Macapá, estado do Amapá-BR.

Na foto de 2006 a seguir é possível observar as ondas do rio na frente da cidade de Macapá, em horário de maré alta.
Neste outro ângulo, na foto a seguir de 2014, é possível observar que a largura do rio é tão grande que não consegue visualizar com clareza a margem do outro lado.
Mesmo assim, em alguns pontos, o rio Amazonas pode apresentar-se de forma mais calma e conseguir ver a outra margem. Porém existe a possibilidade de ser apenas ilhas que fazem parte do curso do rio, como, nesta foto que fiz em 2006 na praia próxima de Macapá, a Fazendinha.
Quando o rio está calmo, as crianças podem brincar nos seus barquinhos. Olha a seguir o momento que capturei em 2006 lá na Fazendinha.
Outro lugar interessante para apreciar o rio Amazonas é andar pela Trapiche Eliezer Levy que fica na área da Beira-rio, bem no centro da cidade de Macapá, com 386 metros de extensão, rio adentro, conforme mostra a foto de 2006 a seguir.
Na ponta do trapiche é possível ter uma visão privilegiada da orla fluvial da cidade de Macapá, como mostra o clique a seguir de 2006.
 

 

Outro ponto de apreciação do Rio Amazonas é na área do Araxá, com espaço livre de caminhada e para prática de esportes. O vento do rio, em determinados dias do ano é grande. A seguir fiz o clique em 2006, já o início da noite.
Neste ponto da Beira-rio é possível observar mais uma vez o quanto largo é o Rio Amazonas. Aqui gostamos de sentar, sentir o vento e apreciar o momento.

 

admin

admin

Leave a Replay

Alertar no meu email