Como explicar: O Círio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp
Toda cidade/comunidade possui tradições/festividades/eventos que caracterizam sua cultura.
Na minha cidade natal é o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Acontece no 2º domingo do mês de outubro. Para os meus conterrâneos é como um natal antecipado! Vem gente do interior para a capital e o inverso também.
As pessoas passam por você neste época e dizem: Feliz Círio!!! 😍
A foto a seguir da imagem da Santa na berlinda fiz o clique em 2009, dentro da catedral.
As festividades são diversas e acontecem devido ao dia da principal procissão:
– Festas nas cidades do interior, com a passagem da imagem da Santa.
– Revelação do cartaz que vai simbolizar a festa naquele ano.
– Revelação do manto que vai cobrir a imagem peregrina.
– Procissões na capital do estado, Belém, por toda a cidade, com pelo menos 7 dias de antecedência.
– Preparativo do almoço que marca o evento principal.
– A diversão próximo da Catedral.
Sobre a peregrinação da imagem pelas várias cidades começa desde o início do ano. A imagem percorre cidades do estado do Pará, além de outras cidades do Brasil e do mundo.
Para o evento sobre o cartaz é um momento muito esperado, pois proporciona aos devotos a tema da festa do ano. Neste link Cartazes do Círio é possível visualizar vários exemplares. O que está a seguir foi o último que recebi da minha família para estar na porta de casa e assim celebrar o início das festividades.
fonte: https://ciriodenazare.com.br/cirio/cartazes
Sobre a revelação do manto tornou-se um evento que tornou-se uma festividade em meio a tantas que fazem parte do Círio. O produto é utilizado em todos os eventos oficiais que a imagem peregrina participa naquele ano específico. Todo ano é um modelo diferente.
Quanto as procissões na região metropolitana de Belém em honra a imagem são diversas, desde as oficiais e não oficiais. São uma forma da comunidade ver a Santa. Algumas delas:
– Translado de Ananindeua, na sexta.
– Romaria rodoviária, no sábado.
– Romaria fluvial, no sábado.
– Moto romaria, no sábado.
– Transladação, noite de sábado.
– O círio, no domingo.
E agora a hora mais esperada por muitos 😋: a reunião no almoço do Círio, após a procissão mais importante do evento, em família e com os pratos típicos da região.
A seguir alguns exemplos dos pratos típicos para este grande evento culinário:
– Pato no tucupi, na época do Círio de 2014
– Maniçoba (não gosto deste prato. Meu marido gosta), em 2017, porém em Fortaleza, em uma restaurante típico paraense.
– E claro o açai, depois (ou durante, tu escolhes) do almoço (não tem foto, porque é muita maldade em um só lugar).
Por fim, os brinquedos de miriti que estão por toda parte e em qualquer evento relacionado ao Círio. Os que estão nas fotos a seguir é do ano de 2008, de uma das feiras que acontecem durante a época do Círio.

E é só isso o Círio?

NÃO!!!

Em outro post, descrevo mais sobre ultra-super-mega-power evento, com suas histórias, simbologia, eventos, em mais detalhes. Até a próxima.
E feliz Círio manos e manas!!!
admin

admin

Leave a Replay

Alertar no meu email