Belém sempre precisou deste tipo de espaço: O Mangal das Garças

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp
Já fui conhecer o Mangal das Garças com meus filhos. Na minha época mais jovem este espaço já era das garças, mas sem o formato de um parque.

A cidade de Belém, no Pará tem este privilégio de ter um refugio tão simples e acolhedor como o Mangal das Garças.

A foto a seguir que fiz em Janeiro de 2013, consegue-se ver a entrada do parque.
Na sequencia, também em janeiro de 2013, o clique mostra uma área destinada a um restaurante e o pier para o rio Guamá.
Em outra parte do parque está o ambiente natural e livre das garças, como esta foto de janeiro de 2013
Estes cliques anteriores, com ângulo por cima do espaço, não utilizei drone 😉. Fiz de um mirante que faz parte do parque. Ele está retratado na foto a seguir de fevereiro de 2005.
Do pier, fiz algumas fotos que mais tenho orgulho de ter feito (capturado em julho de 2005).
O pôr do sol na área amazônica do Brasil, diretamente da minha cidade natal. E parafraseando o Mosaico de Ravena, com a música cujo título é “Belém Pará Brasil”:
Isto é Belém
Isto é Pará
Isto é Brasil
Quem quiser venha ver
Mas só um de cada vez
Não queremos nossos jacarés tropeçando em vocês
admin

admin

Leave a Replay

Alertar no meu email