A maior fortificação militar está no meio do mundo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp
O Brasil possui em várias cidades um momento histórico com a forma de uma fortificação militar. Algumas maiores, outras menores.

Em Macapá-Amapá está a maior delas quando comparada as demais (conforme indica o IPHAN), a Fortaleza de São José de Macapá como bem identificado na foto a seguir de setembro de 2006, em um momento noturno.

O monumento foi construído entre os anos de 1764 e 1782. Tem o formato de estrela com os 4 baluartes batizados de Madre de Deus, São Pedro, Nossa Senhora da Conceição e São José, de acordo com a foto a seguir de 2014, quando em uma visita no interior da fortificação. A fotografia ilustra o projeto completo do monumento, que não chegou a ser executado.
O terreno escolhido para a construção tinha função estratégica para uma possível invasão, visto estar bem próximo à foz do Rio Amazonas. No entanto a característica do solo é ser alagado. Para uma estrutura sólida foram utilizadas estacas de Acapu, madeira típica da região, por ser resistente água.

Andar pelo monumento é perceber o quanto a comunidade estava preparada para receber qualquer inimigo que tentasse de aventurar por esta parte do Brasil.

Na foto a seguir é a entrada da fortificação, na visita que fiz no ano de 2014.
Por baixo da ponte, as águas o rio Amazonas, rodeavam todo o forte na época da maré alta, mesmo estando a 18 metros acima do nível do mar.
Na foto abaixo, de 2014 é possível ver o tamanho do monumento. Esta é uma das 5 laterais da fortificação, que fica para o lado do Rio Amazonas. Observe a construção feita para observar o espaço, tanto na lateral quanto na ponta da estrela, além do espaço reservado para os canhões!
Na sequencia, na foto de 2006, outra lateral do monumento. Antes por esta parte da fortaleza corria as margens do rio Amazonas. Hoje, tem-se um grande jardim para prática esportiva, eventos culturais ou simplesmente apreciar o grande Rio Amazonas.

 

Na parte interna, tem-se os vários prédios que abrigavam as tropas, como ilustra a foto abaixo do ano de 2014. Bem ao centro, existe uma espécie de escoadouro que serve para fluir as águas pluviais.
Os edifícios que estão nesta parte interna mais baixa da visão de quem está de fora da fortificação são quartel da tropa, hospital, capela, paiol, casa do comandante e ainda 2 cadeias.
Além da parte central, o espaço interno que rodeia estes edifícios é impressionante pelo tamanho, como mostra a foto de 2006. As outras fortificações também possuem este espaço, mas não tão grande como é aqui na Fortaleza de São José. E olha a chuva característica da região norte do Brasil.
Desta parte interna, a visão privilegiada do rio Amazonas permite que qualquer possível invasor seja avistado, como ilustra a foto a seguir de 2014, capturado em uma das pontas da fortificação.
E por falar em Rio Amazonas, tem informações sobre este grandioso em outra postagem.
admin

admin

Leave a Replay

Alertar no meu email